Como manter anonimato na rede

Como garantir a privacidade dos seus dados online

Dicas para garantir a sua privacidade online

Você sabia que cada passo que dá online é monitorado por várias agências de segurança e mecanismos de busca, ávidos por informações? Exatamente, nada do que é feito digitalmente é inteiramente à prova de bisbilhotice, olhares curiosos e escrutínio indiscriminado.

Até mesmo os governos que, supostamente, deveriam proteger nossos interesses se esbaldam nos nossos dados respaldados por leis como o Marco Civil da Internet no Brasil, o Patriot Act nos EUA e a Ley Mordaza na Espanha. ESTA é a verdade do mundo em que vivemos hoje, ao menos que você faça alguma coisa.

Existem alguns passos que vão lhe ajudar a aproveitar a liberdade inerente que a internet nos trás e proteger seus dados enquanto navega na rede.


  1. Sempre usar navegador em modo anônimo
  2. Usar o navegador em modo anônimo

    Este é um método bem simples, que deve ser efetuado caso não haja outro método possível. Para fazer isso basta pressionar CTRL+SHIFT+N assim que estiver com seu navegador aberto. Isto evita que o navegador guarde histórico de suas ações mais recentes e não utilize o auto-completar. Apenas protegendo seus dados de outros olhos curiosos dentro de sua própria rede ou daquele primo esquisito que fica fuçando seu histórico.

  3. Usar um VPN sempre que estiver online
  4. Usar VPN para proteger a conexão

    Vamos agora para uma das ferramentas mais fortes enquanto queremos manter nossa privacidade digital. O uso de um VPN vai encriptar todos seus dados enviados pela web, através de outro servidor, mascarando seu endereço virtual (IP), redirecionando sua conexão por outro lugar do mundo. Caso utilize um software específico para a tarefa, pode até conseguir mais do que a mudança de IP. Um dos programas do mercado que oferecem esta funcionalidade é o Steganos Online Shield VPN, da Steganos, disponível gratuitamente no link abaixo.

    Versão de teste

    Segurisoft Baixar

    A mesma tática se aplica existe um bloqueio geográfico de qualquer site em sua localidade, até mesmo os bloqueios geográficos da Netflix e youtube, bastando apenas redirecionar sua conexão por algum lugar onde não seja aplicado tal bloqueio. Isso tudo enquanto encripta sua conexão, prevenindo os olhos curiosos do governo e de outros meios de controle.

  5. Cookies
  6. Eliminar cookies

    Hoje em dia toda vez que entramos em um website, vários serviços como Google, Bing, Yahoo e até mesmo outros entopem a memória de nosso computador com Cookies, que são um pequeno arquivo que tem como única função armazenar os dados recentes de suas visitas à websites e buscas em indexadores.

    Você pode perguntar, “Mas qual é o problema?” O problema é que estas são informações pessoais suas que ficam expostas para terceiros indiscriminadamente com a desculpa de “melhorar a navegação”. Então, caso não queira seu histórico pessoal em mãos desconhecidas, sempre limpe o cache e os cookies de seu navegador ou então use um software que faça isso de modo simples, como o Steganos Online Shield, que oferece esta funcionalidade com apenas um clique.

  7. Use mais de um buscador
  8. Sabe o que acontece toda vez que você digita uma busca no Google ou em outros buscadores online? Estes dados vão para o servidor do site de pesquisas e faz parte de uma extensa lista de indexação, que é mais tarde utilizado por estes serviços para vender produtos e tudo mais. Há um lado bom, pois cria um comércio online que não existiria sem eles, contudo mais uma vez a sua expectativa de privacidade é violada.

    Para amenizar o dano, recomendamos o uso de múltiplos mecanismos de busca ou então o uso de serviços mais simples como o Duckduckgo, que não armazena nenhum de seus dados ou fica seguindo você com várias propagandas irritantes.

    Outro ponto importante sobre indexadores de busca é que muitas pessoas o utilizam para digitar o endereço de um site que deseja ir, sendo praticamente um costume. Não preserve este hábito, pois seus hábitos de navegação e sites que costuma ir acabam se tornando facilmente rastreáveis tanto pelo serviço quanto por autoridades bisbilhoteiras.

  9. Prevenir rastreamento
  10. Prevenir rastreamento de atividades online

    Através de cookies ou de outros métodos, sites de compras, buscas e outros serviços virtuais rastreiam seu padrão de navegação, sabendo até mesmo de qual website você saiu para chegar ao deles. Isto dá a eles mais controle sobre que tipo de publicidade lhe mostrar e que tipo de pessoa você é.

    Existem várias maneiras de prevenir o rastreamento, algumas mais simples, porém inseguras e outras mais sólidas. Uma das simples é configurar seu navegador para que ele solicite o não rastreamento por parte dos sites, mas como é uma solicitação, o site pode ou não aceitar. Contudo programas como o Steganos Online Shield, previnem o rastreamento com apenas um clique, deixando você e suas informações mais seguras.

Então a solução é voltar para o papel e caneta?
Programas para privacidade digital

Não, absolutamente não, a era da internet nos deu muito mais do que a humanidade esperava, trazendo unidade, interação, agilidade e entretenimento sem fronteiras. Apenas precisamos ser mais cuidadosos como navegamos para preservar melhor nossos dados e preferências.

Até o final dos anos 90, para saber de algo precisávamos ir a uma biblioteca ou então ter uma enciclopédia, mas hoje esta história é diferente. Mas como em tudo, isto vem a um custo que pode ser baixo e até mesmo inexistente ou então alto e aterrador, a escolha é sua, vai se proteger dos riscos online?

Gostou do artigo? Ficou alguma dúvida ou gostaria de fazer uma sugestão? Deixe seu comentário abaixo.

Online Shield VPN

Online Shield VPN

  • Evita conteúdos bloqueados
  • Segurança em dispositivos Android e iOS
  • Protege a conexão à Internet

Versão de teste

segurisoft Baixar

/ Escrito por Rafa Dias sobre Online Shield VPN

Seguir @rafadiasbcn

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.