Como evitar invasões aos arquivos do Google Drive

Aprenda proteger informações privadas na nuvem

Entre os serviços de armazenamento na nuvem, Google se esforça para conquistar a sua cota de clientes fiéis. Há diversos serviços com uma grande quantidade de usuários, como Dropbox ou OneDrive e cada um tem os seus pontos fortes e as suas limitações. Por este motivo, o armazenamento na nuvem do Google adiciona cada dia mais funcionalidades por um preço muito reduzido e, para a maioria dos usuários, grátis.

O fato de que o Google Drive está vinculado com a conta do e-mail do Gmail e não funciona somente para guardar arquivos, mas também tem ferramentas de edição online que permite salvar os documentos automaticamente é uma das suas maiores vantagens. Se você utiliza Google Drive e tem dúvidas em relação à sua privacidade e o que pode acontecer com a informação presente nestes arquivos, o mais sábio a fazer é simplesmente criptografar os seus arquivos.

A palavra criptografia pode criar receios, pensando que é algo muito complicado, mas para o usuário não é porque há programas que fazem tudo por você. Armazenamento na nuvem, por definição, não é algo realmente seguro. Nem o Google pode protegê-lo 100% de ataques de hackers à sua conta ou durante a transferência dos arquivos. Não vale a pena arriscar. Bom, agora você deve estar se perguntando como se faz a criptografia de arquivos? É bem fácil se você utiliza um programa seguro que criptografe locamente os arquivos, como o Steganos Safe.


Tutorial: criptografar arquivos para Google Drive
  • Passo 1. Baixe e instale o cofre virtual Steganos Safe. Abra o programa para criar a sua unidade segura no Google Drive.

  • Versão de teste

    Segurisoft Baixar
  • Passo 2. Selecione "Criar um novo Safe". Então, clique em "Cloud Safe" e escolha o serviço de armazenamento na nuvem, neste caso o Google Drive.

  • Abra o Steganos Safe para criar um cofre virtual
  • Passo 3. Defina o nome do seu cofre virtual e ajuste o tamanho da unidade segura às suas necessidades.

  • Defina o nome do cofre virtual que usará para garantir a proteção na nuvem dos seus arquivos
  • Passo 4. Após isso, escreva qual será a senha que dará acesso aos arquivos armazenados no seu Cloud Safe. Você pode criar uma senha própria ou utilizar o gerador de senhas integrado do programa, que facilitará uma senha segura. Outra opção é utilizar o PicPass, com o qual poderá definir uma combinação de imagens como senha.

  • Escreva uma senha para a sua unidade segura na nuvem
  • Passo 5. Traga os arquivos para dentro da unidade segura que criou. Uma vez feche o cofre vistual, este será sincronizado de forma automática com o servidor na nuvem.

  • Arraste os arquivos para criptografia na nuvem

Depois de seguir estes passos, quando quiser criptografar e sincronizar novos arquivos só precisa arrastá-los para dentro da unidade segura que você criou. É a forma mais fácil de criptografar os arquivos para o Google Drive.

Gostou do artigo? Ficou alguma dúvida ou gostaria de fazer uma sugestão? Deixe seu comentário abaixo.

Safe 18

Safe 18

  • Cria cofres virtuais de até 2TB
  • Compatível com Dropox, Google Drive e OneDrive
  • Criptografia AES- XEX de 384 bits

Versão de teste

segurisoft Baixar

/ Escrito por Rafa Dias sobre Safe 18

Seguir @rafadiasbcn

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.