Veja quais foram as maiores brechas de segurança de 2016

brechas de segurança 2016

Sempre vemos reportagens em cima de reportagens falando sobre o roubo de dados e as brechas de segurança que ocorreram em grandes empresas com milhões de clientes. Contudo, nunca imaginamos que isso pode vir a ocorrer conosco. Entretanto, você talvez queira reconsiderar este pensamento ao ver a lista que criamos com as maiores brechas de segurança que ocorreram em 2016.

FACC

FACC

A FACC, uma empresa austríaca, fabricante de partes para aviões, teve aproximadamente €50 milhões de euros roubados de seus cofres. Os hackers ignoraram por completo todos os seus dados e documentos proprietários, indo direto para o dinheiro. Apesar do roubo, as operações da empresa não foram impactados, supostamente devido à um seguro feito pela companhia.

Departamento de Justiça Americano

Departamento de justiça americano

Alguns hackers descontentes com as relações do governo dos EUA com Israel tentaram chamar atenção em um ataque feito em fevereiro, direcionado especificamente ao Departamento de Justiça. Após o ataque, 10.000 empregados do Department of Homeland Security tiveram seus dados lançados na web, seguidos por 20.000 dados de funcionários do FBI. Os arquivos roubados incluíam nomes, títulos, telefones e e-mails. O Departamento de Justiça acredita que nenhuma informação sensível, como o número do Seguro Social (equivalente ao CPF) fora obtido. Ainda comenta-se que levou pelo menos 1 semana para o departamento governamental notar que havia sido vítima de um ataque.

Snapchat

snapchat

Na ocasião do ataque de phishing, 700 funcionários, tanto atuais quanto antigos da empresa Snapchat, tiveram seus dados pessoais roubados quando os hackers lhes enviaram e-mails enganadores, fingindo ser o Chefe Executivo da empresa, Evan Spiegel, requerendo seus dados pessoais. Até o momento não se sabe ao certo quantas pessoas foram realmente afetadas com o ataque, tão pouco quais foram os responsáveis.

Agência municipal de trânsito de São Francisco

san francisco

O sistema público de metrôs de São Francisco, conhecido como Muni, foi infectado por um malware por volta do feriado de Thanksgiving, o que resultou no fechamento de seus quiosques e computadores, dando aos passageiros dois dias de viagens grátis de metrô enquanto o sistema voltava à ativa. O hacker responsável, cujo a identidade ainda é um mistério, diz ter conseguido 30 GB de dados através do ataque, onde estão dados tanto de funcionários quanto de passageiros da empresa.

Comissão Filipina de Eleições

brechas de segurança

Uma brecha encontrada na base de dados da Comissão Filipina de Eleições (COMELEC) foi tida como a pior brecha de dados governamentais de todos os tempos. Acredita-se que os dados pessoais de cada votante daquele país tiveram seus dados comprometidos, somando aproximadamente 55 milhões de pessoas. Estes dados foram, posteriormente, disponibilizados online para qualquer pessoa que quisesse roubar ou utilizar delas a seu bel prazer e de graça.

Vários grandes provedores de e-mail

roubo de senhas de e-mail

Apenas nesse ano, uma companhia de segurança americana descobriu, que mais de 270 milhões de logins e senhas de e-mails foram dados de graça em uma comunidade criminosa online da Rússia. Não se sabe ao certo como estes dados foram obtidos, mas foi auditado que os perpetradores tinham o controle de: 57 milhões de contas da Mail.ru, 40 milhões de contas do Yahoo, 33 milhões de contas do Hotmail e 24 milhões de contas do Gmail. Isso tudo sem mencionar os milhares de contas de provedores alemães e chineses que também figuravam na lista, todas elas com nome de usuário e senha, o que dava acesso válido à contas de bancários, empresários, entre outros.

Como você pode ver, essas grandes empresas e estruturas governamentais, que sempre juram de pés juntos manter seus dados seguros, nem sempre o fazem. Alguns deles provavelmente tentaram, mas ainda sim falharam miseravelmente, tendo tanto prejuízos medidos em dólares quanto no tamanho da mancha deixada em sua reputação.

Assim sendo, com esta pequena amostra, você pode perceber o tamanho da importância de proteger tanto seus dados pessoais, quanto seus documentos mais privados, para evitar que este tipo de roubo possa comprometer tanto sua vida e reputação.

Como proteger-se online

Existem várias ferramentas disponíveis no mercado que prometem uma proteção sem limites para sua conexão e informações, mas nem sempre este é o caso. Contudo existem alguns passos que podemos tomar para deixar tanto nossa navegação quanto nossos dados mais seguros.

  • Sempre use conexões confiáveis, evitando redes públicas. Caso não haja como evitar a rede pública, use um VPN.
  • Nunca use a mesma senha mais de uma vez e sempre crie senhas complicadas, evitando sequências numéricas e alfabéticas.
  • Evite guardar seus dados importantes em seu computador, telefone ou nuvem sem a proteção apropriada ou a utilização de criptografia terceirizada.
  • Não digite seus dados pessoais em sites duvidosos, sempre conferindo se existe o protocolo “httpS://” logo antes do endereço do navegador.

Prepare-se para 2017! Ao navegar sempre precisamos de uma ferramenta poderosa que possa ajudar em tudo isso e muito mais, para tal indicamos a utilização do Steganos Privacy Suite. Este suite possui vários dos programas da Steganos dentro dele, como o Password Manager, Steganos Safe, dentre outros, que facilitarão sua vida quando tiver de manejar suas senhas de maneira segura, quiser proteger seus dados em cofres digitais impenetráveis e até mesmo cuidando da privacidade de sua webcam!

Para fazer o download da versão de teste desse programa e decidir pro si mesmo seus méritos, clique no botão abaixo.

Gostou do artigo? Ficou alguma dúvida ou gostaria de fazer uma sugestão? Deixe seu comentário abaixo.

Privacy Suite 19

Privacy Suite 19

  • Protege a privacidade online
  • Criptografa e oculta arquivos
  • Gerencia e protege suas senhas

Versão de teste

segurisoft Baixar

/ Escrito por Rafa Dias sobre Privacy Suite 19

Seguir @rafadiasbcn

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.